segunda-feira, 25 de novembro de 2013

Fonoaudiologia e Ortodontia: atuação conjunta

Imagem: ortoevidente.com

Por Brisa Emily Lobo (acadêmica do curso de Fonoaudiologia da Universidade Nilton Lins - Manaus-AM)

Trabalhar em equipe multidisciplinar se tornou de extrema importância e de uma necessidade dos profissionais da saúde decorrente de suas limitações em suas especialidades.

Na parceria Odontologia e Fonoaudiologia a meta é a resolução dos problemas de pacientes que apresentam alguma alteração no Sistema Estomatognático. Sabe-se que tal sistema possui funções vitais para o ser humano como; respiração, sucção, mastigação e deglutição. Além dessas, existem funções de relação com o meio externo por meio da expressão facial e fala.

Qualquer alteração nesse sistema poderá ocasionar modificações estruturais e funcionais no indivíduo (crescimento facial, oclusão e estética). Com isto, a fonoaudiologia em conjunto com a ortodontia realizam importantes avaliações e tratamentos morfofuncional para a correção dos desvios das funções do sistema estomatognático.

Na maioria dos casos, pacientes que buscam o tratamento odontológico, apresentam algum tipo de distúrbio na região facial que possivelmente apresentará uma má oclusão dentária. Nesses casos, a interação de ambas profissões é essencial para o tratamento do paciente; o ortodontista (profissionais especializados em ortodontia e ortopedia funcional), tratando das desordens dentárias e oclusais e o fonoaudiólogo especializado em Motricidade Orofacial, trabalhando na estimulação do sistema estomatognático para que suas funções ocorram de maneira adequada.

Além desses distúrbios que ocasionam alterações dentárias; anormalidades na postura, principalmente de lábios e língua acarretarão prejuízos no mecanismo dos músculos envolvidos na mastigação, comprometendo a realização das funções orais. Este fato faz com que os dentes procurem outras posições de equilíbrio, gerando alterações na estabilidade e harmonia dento-facial.

Desta forma, a atuação conjunta destas especialidades é fundamental, sempre visando a obtenção de um equilíbrio muscular e ósseo adequado para o bom desempenho das funções orofaciais. O trabalho dessas especialidades é essencial no sentido de minimizar as recidivas ortodônticas e cabe ao ortodontista saber a importância que o profissional da fonoaudiologia têm e que, a atuação dessas duas áreas, proporcionará um tratamento adequado e eficaz para seus pacientes.

Bibliografia consultada:
AMARAL, E. et al. Inter-relação entre odontologia e a fonoaudiologia na motricidade orofacial. São Paulo. Jul-set, 2006
CARVALHO. A importância da integridade do binômio forma X função. 1999

Um comentário: