quarta-feira, 6 de junho de 2012

A técnica dos tubos de ressonância


Na última semana tive a oportunidade de participar de um curso de voz, onde foi apresentada uma técnica nova que me chamou a atenção. Achei essa técnica muito interessante, sendo assim, não poderia deixar de falar aqui no blog sobre ela.

Os tubos de ressonância na terapia de voz foram propostos por SOVIJARVI, um foneticista da Universidade de Helsinki, e têm sido usados desde a década de 1960. O professor testou diversos tipos em crianças com hipernasalidade passando a empregá-los em cantores e adultos com problemas de voz. O princípio básico é produzir fonação em um tubo, dentro de uma vasilha com água (copo ou garrafa não são adequados).
     
O uso dos tubos é indicado para maior parte dos distúrbios vocais e tem foco holístico na fonação, respiração e postura, podendo ser usados em combinação com outros exercícios.
     
Os resultados positivos do uso dos tubos de ressonância devem-se ao abaixamento da laringe e à firmeza na vibração das pregas vocais.
      
Quando o exercício é realizado corretamente, os músculos envolvidos na produção da voz se equilibram com maior economia muscular.
     
O comprimento do tubo foi calculado pelo idealizador, a partir de estudos de raio-x da área da bifurcação da traqueia até os dentes, dobrando o valor deste comprimento.
     
O tubo deve ser de vidro para que a refração do som em suas paredes contribua ao monitoramento auditivo (tubos de borracha absorvem o som) com 1mm de espessura e 9 mm de diâmetro para adultos e 8 mm para crianças.
    
Como os pacientes não conhecem sua classificação vocal e como a voz pode estar desviada a ponto de impedir a categorização, sugere-se testar diferentes comprimentos e verificar qual contribui para um maior abaixamento da laringe durante a produção do som.
     
As sensações são de vibrações distintas e de pressão retroflexa na laringe, o que é geralmente interpretado como uma situação relaxante.

Benefícios:
- O fluxo da voz e sua reflexão na água aumenta a pressão nas vias aéreas, o que auxilia a manter a laringe ampla e aberta, evitando esforço excessivo, reduzindo a força de colisão entre as pregas vocais e produzindo um efeito de massagem nos tecidos moles da boca e laringe.
- Os músculos abdominais inferiores e os músculos das costas são automaticamente ativados para produzir a energia necessária, evitando tensão excessiva da laringe; com a variação de frequência exercita-se o alongamento e encurtamento das pregas vocais.
- O feedback sensorial ajuda a desenvolver uma conscientização das funções holísticas do corpo na produção da voz.
 
Fonte: SIMBERG S. Método dos tubos de ressonância na terapia de voz. Liubliana, Eslovênia, 2009. 7th CPLOL Congress. Resumido por: Dra Mara Behlau e Me Gisele Oliveira

20 comentários:

  1. Olá, tudo bem?
    Gostaria de saber, onde posso obter na íntegra essa fonte que voce referiu: Método dos tubos de ressonância na terapia de voz. Liubliana, Eslovênia, 2009.

    Grata!
    email: anaterra.artes@gmail.com

    ResponderExcluir
  2. Olá Ana! Eu consegui esse material já resumido em um curso de voz que fiz recentemente. O que posso te dizer é que maiores detalhes sobre a técnica de tubos de ressonância você pode encontrar em publicações recentes da Mara Behlau.

    ResponderExcluir
  3. Oi!
    Sabe dizer onde se podem comprar os tubos?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá , para compra dos tubos ,entre em contato nesse tel : 11-55811060 com Davi.

      Excluir
  4. Teresa,
    Já é possível encontrar alguns fornecedores pela internet, mas não recomendo o uso do produto sem acompanhamento fonoaudiológico. O uso indevido do tubo ao invés de ser benéfico pode se tornar prejudicial. Procure um fonoaudiólogo que trabalhe com terapia vocal e entao converse sobre a possibilidade do uso da técnica. Obrigada pela visita!

    ResponderExcluir
  5. Sim, mas estou em Portugal e acho que por aqui nenhum terapeuta da fala conhece esta técnica.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Teresa, sei que aí em Portugal o terapeuta da fala equivale aqui ao fonoaudiólogo, portanto, acredito sim que em Portugal existam profissionais conhecedores desta técnica. Acredito que na Europa os tubos de ressonância sejam mais conhecidos como "Tubos Finlandeses", isso por que a técnica é originária da finlândia e apenas está chegando agora ao Brasil. Além disso,a técnica já foi divulgada em congressos por aí. Você talvez tenha mais facilidade em encontrar fornecedores pela internet se colocar o nome "tubos finlandeses".

      Excluir
    2. Olá Teresa. Conseguiu descobrir algum local onde se possa adquirir Tubos Finlandeses?
      Estou interessada em comprar e não sei onde os posso conseguir.
      Obrigada.

      Excluir
  6. Os tubos são encontrados em SP. Tem também os de silicone, denominados Lax Vox, que causam efeitos similares e são mais práticos, pois não quebram. Fiz minha especialização com a Mara e minha monografia da especialização eu utilizo os ETVSO, onde estão inseridos o tubo finlandês(vidro) e o Lax vox!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Rafael! Onde comprar o tudo filandense e o Lax Vox? Vc tem como me enviar algum material teóricos e exercícios? tem pouco material, embora eu utilizo o tubo na terapia de voz e com resultados ótimos.Tenho interesse em saber mais detalhes, como por exemplo; na foto acima, há tubos de várias espessuras do fininho ao grosso, quando utilizar estes mais grossos, pois trabalho com a espessura de 9mm mais longo.Poderia me ajudar? agradeço desde pela sua atenção.Meu e-mail: lsatlher@gmail.com (Luciene SAtlher).

      Excluir
    2. Olá , para compra dos tubos ,entre em contato nesse tel : 11-55811060 com Davi.

      Excluir
    3. olá meu nome é Kesley sou musico, e estou atras dessa tecnica para o aquecimento da voz
      ouvi dizer que é muito bom e que alguns artistas ja estão usando..mas aqui onde moro nenhum fono conhece sobre o assunto...se alguem puder me explicar...
      abraço

      Excluir
  7. Olá, meu nome é Carolina e sou estudante de fonoaudiologia e gostaria de saber se de alguma forma o tubo finlandês teria alguma eficácia terapeutica em pacientes oncológicos com câncer de cabeça e pescoço?

    ResponderExcluir
  8. Olá,eu sou,Paulo Ricardo,eu sou Jornalista,eu não sei onde achar ou vender esse tubo ? eu Utilizo uma Caneta em um Copo de água,não sei se é recomendado mais me sinto bem,relaxa as cordas vocais.Eu não estou recomendando.Realmente gostaria de um auxilio se pode substituir por um outro objeto,ou onde vende.Abraços!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Paulo, seria interessante procurar um fonoaudiólogo especialista em voz! Este profissional está apto para te indicar e monitorar a execução do exercício. O uso da caneta não é indicado

      Excluir

  9. Eu sou Paulo Ricardo,se não cachar esse tubo,pode utilizar uma caneta em copo de água,eu faço isso,me sento bem,as cordas vocais relaxa mais.Não estou recomendando por favor.Quem poder me ajudar eu fico grato.Abraços!!!

    ResponderExcluir
  10. LAX VOX
    também conhecidos como tubos de ressonância.
    http://www.booktoy.com.br/advanced_search_result.php?keywords=tubo+de+ressonancia&x=0&y=0

    ResponderExcluir
  11. Olá Sabrina!! Sou cantora e utilizo a técnica do lax Vox.
    Gostaria de saber, como você disse no texto, porque o ideal é utiliza-la com uma vasilha e nao com copo e garrafa, já que faço a técnica com uma garrafa...Qual a explicação? Bjs

    ResponderExcluir
  12. Sugiro a seguinte leitura:
    LAUKKANEN, AM.; LINDHOLM, P.; VILKMAN, E. — On the effects
    of various vocal training methods on glottal resistance
    and efficiency. A preliminary report. Folia Phoniatr Logop,
    47(6):324-30, 1995

    ResponderExcluir